fbpx

Como o controle integrado de pragas pode ajudar na sua fazenda?

As fazendas são ambientes que necessitam de um controle de pragas constante. Isso porque elas incluem instalações internas e externas que possuem contato direto com insetos e animais de todos os tipos. Além disso, há um acúmulo de dejetos e matéria orgânica que atrai ainda mais as pragas. Dessa forma, a melhor solução possível é o Controle Integrado de Pragas.

Nas fazendas, as pragas podem se espalhar rapidamente e causar danos ao gado, unidades agrícolas, equipamentos e também afetar a reputação da sua empresa. O Controle Integrado de Pragas é o método de controle que pode manter as pragas fora de suas propriedades agrícolas.

O benefício do controle de pragas é que ele pode ser feito de forma personalizada, de acordo com as suas necessidades, para proteger sua propriedade e seus produtos. A implementação de novas tecnologias, treinamentos, especializações e inovações faz parte do dia a dia desse serviço, que pode ser iniciado na sua fazenda.

 

 

Problemas provocados pela falta de Controle Integrado de Pragas nas fazendas

As infestações por pragas podem criar um ambiente de trabalho inseguro para os funcionários, violar os padrões de segurança e diminuir a qualidade de seu produto para seus clientes. Uma fazenda que não utiliza práticas para o controle de pragas pode sofrer os seguintes problemas:

• Atrasos na produção;
• Prejuízos com a perda de receita;
• Finalização de contratos com fornecedores;
• Reclamações e perda da confiança dos clientes;
• Interdição pela ANVISA ou órgão regulador.

Por isso, se você precisa monitorar e controlar as pragas urbanas como pragas de grãos, moscas, mosquitos, baratas, formigas, ratos, entre outras, confie sua fazenda a Agroatta.

CIP – Controle Integrado de Pragas

O CIP é um conjunto de medidas que visam um melhor controle das pragas com medidas preventivas, ações corretivas e aplicação química. Todo controle integrado de pragas pressupõe uma série de cinco fases de atuação distinta e sequencial:

  1. INSPEÇÃO É a primeira ação onde se examina a área com problema em busca de dados e informações sobre o tipo de praga encontrada no local, nível de infestação, os problemas que estão sendo causados, o uso e o controle que é dado a tais ambientes e a extensão física da área alvo.
  1. IDENTIFICAÇÃO É a ação onde identificamos os insetos ou roedores que existem na área alvo, como sua biologia e hábitos. Somente com estes dados em mãos será possível iniciar o controle.
  1. RECOMENDAÇÃO Após identificado o tipo de praga infestante e todos os fatos que cercam o ambiente, são feitas as considerações relativas ao problema. Não se trata somente do que o controlador de pragas faz para o cliente, mas também o que o próprio cliente pode fazer para reparar as condições ambientais que permitem a penetração das pragas, instalação e livre proliferação naquele ambiente, ou seja, “As Medidas Preventivas”, que deverão ser adotadas.
  1. TRATAMENTO Corresponde “As Ações Corretivas”, e podem envolver também o uso de inseticidas e raticidas de forma correta e adequada. Os produtos utilizados devem ser legais e apropriados para serem empregados de maneira específica em cada caso.
  1. VERIFICAÇÃO O último passo do Controle Integrado é a verificação dos resultados obtidos através de um relatório do ambiente encontrado, somado às condições climáticas, estruturais e circunvizinhas, além das medidas preventivas e, se necessário, corretivas para a total eficácia do controle de pragas.

Solicite orçamento para o Controle Integrado de Pragas para sua Fazenda

Fill out this field
Digite um endereço de e-mail válido.
Fill out this field
Fill out this field

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Fill out this field
Fill out this field
Digite um endereço de e-mail válido.
Você precisa concordar com os termos para prosseguir

Menu